Horário de funcionamento: Segunda-Sexta: 9:00-18:00
My Cart
0,00
Mel D’Abelha
Multifloral | Rosmaninho | Montanha
Mel d'Abelha

 

As nossas abelhas são o resultado de dez anos de investigação com abelhas-rainhas Ibéricas, Italo-americas e Buckfast. Importámos, introduzimos e reproduzimos as melhores abelhas até obter uma espécie, maioritariamente argentina, mais dócil, produtiva e resistente.

Os nossos apiários encontram-se em terrenos puros longe de qualquer tipo de poluição, inseridos em pomares e olivais onde as abelhas se alimentam da flora melífera mediterrânica composta maioritariamente por rosmaninho, flores de laranjeira e silvestres. A manutenção e controlo das abelhas é feita diariamente, mas a sua alimentação é garantida pela flora existente com os tratamentos e adubos naturais a serem produzidos pelos micro-organismos da própria terra.

As características do nosso mel beneficiam do clima e flora privilegiados do norte alentejano. Os seus sabores florais leves devem-se à alimentação natural e pura das abelhas, e a sua cristalização a baixas temperaturas é uma garantia de qualidade.

VANTAGENS !!! é uma alternativa adoçante, orgânica e sem aditivos, que se adapta a todos os processos de cozedura. É das escolhas alimentares mais saudáveis e com valor nutritivo mais alto. Fornece energia instantânea e é um poderoso antioxidante com propriedades antissépticas e antibacterianas.

Combate a indigestão e alivia as náuseas, sendo tão eficaz como os medicamentos comuns para combater a dor de garganta e a tosse. Mastigar o favo de mel combate a sinusite e a rinite.

O seu uso tópico em feridas reduz odores, inchaço e cicatrizes, para além de impedir que o curativo se agarre. Na cosmética, é utilizado para condicionamento da pele e redução da vermelhidão facial e acne, assim como, para o condicionamento do cabelo.

É o único alimento que não se estraga, não existindo limite à sua validade.

Fontes:
– O mel como agente antibacteriano. Unidade de Investigação do Mel de Waikato. 16 de Novembro de 2006. Recuperado a 5 de Fevereiro de 2007.
– Randerson, James (4 de Dezembro de 2007). “Honey ‘Beats Cough Medicine'”. The Guardian (Londres). Recuperado a 5 de Fevereiro de 2010.
– “Health Benefits of Honey”. Bees-Online: Um sítio web educativo sobre Abelhas do Mel e Beekeping. Recuperado a 30 de Janeiro de 2011.

Conheça o nosso mel!